7 de jan de 2009

Festejos





Festejos se vão?!
Não!
Todos são seus dias, todos são seus momentos.
A Lua sorrindo ou escondida!
O Sol Brilhando ou se omitindo!
O calor a aquecer ou simplesmente o frio a nos fazer tremer!
Tudo pode ser Festejo!
Festejar a Água que cai do céu,
Límpida e transparente como o sentimento de uma criança: sopra
Festejar o vento que sopra.
Quente como o respiro de um apaixonado
Festejar o fogo tão brilhante
Tão reluzente que nos aquece
Festejar a Terra que nos sustenta
Em todos os sentidos.
Festejar agora, amanhã e sempre:
Festejar as dádivas da vida
Festejar as tristezas como
Sinal da alegria futura
Festejar a tudo, festejar.
Festejar e festejar a todo e qualquer momento.

Marcinha Luna
Madrugada de Verão, 2009
.