3 de nov de 2008

Como estou...

Cansada!
Assim estou.
Muitas coisas a pensar e fazer
E minha cabeça vazia.
Farta de tantas coisas absurdas!
Farta de tantos pensamentos brutos!
Em meus pensamentos só dominam
Coisas infrutíferas.
Não consigo me manter firme
Estou como a água do mar, inconstante!
Estou como o vento, passou e nada ficou!
Estou como o fogo que se apagou, e nem fumaça deixou!
Estou como a terra em terremoto, nenhum pensamento em pé!
Confusão! Desordem! Estas viraram palavras de ordem!
A ética esta longe de mim, a moral nem sei por onde esta!
Perplexo assim estou!
Sinto ausência de tudo que há, se é que algo há!
Calo-me!Inefável!
Marcinha Luna
Tarde de primavera de 2008.