26 de dez de 2008

Festa, alegria!

Pingos a cair, gélidos numa noite abafada de calor sem luar. É festa, alegria. O dia chega, o Sol não brilha, apenas o calor a esquentar. O dia é presente, o futuro não chegou ainda, mas o passado continua a se fazer presente, batendo na porta, tentando violar a alegria presente. Por momentos até consegue, mas dentro de alguns, não de todos, o passado não se faz presente não, e a alegria presente no coração de alguns, não de todos, abre a porta e deixam o passado entrar, são sutis e delicados, e faz com que o passado atravesse a cozinha saindo pela janela e se esvaindo no dia que abafado está. O presente que em segundos se faz futuro apenas ri do passado que se foi! É alegria e festa ainda, a energia positiva vence, no coração de alguns, não de todos!

Marcinha Luna
Manhã de verão 2008