5 de mar de 2011

É tempo de poetas

É chegado o tempo dos poetas.
Dos que refletem e escrevem.
Dos que vêem e finge que não vêem.
Mas que sentem!

É chegado o tempo dos poetas.
Que escrevem por que sentem vontade,
Que escrevem por que sentem necessidade.
A flor da pele sentem afetividade!

É chegado o tempo dos poetas.
Pagãos ou não!
Que sentem em suas vidas
A gloriosa furia da paixão!

É chegado o tempo de caça aos poetas!
Que dizem o que não existe!
Que coroam a vida simples!
E incompreendidos ao logo dos séculos são!

Márcia Alcântara
Verão de 2011.