4 de nov de 2009

Questionamentos? Não estou só!

Hoje acordei pela manhã com vontade de ouvir música. Já fazia muito calor e eu precisava de algo para fazer de mim um pouco mais mais aluada, affs, o Sol estava demais e eu estava em mim demais, precisava sair de mim... O dia não estava me permitindo o ser o que gosto, não-eu.

Encontrei então, um cd, pirata, do Raul. Era esse mesmo e quando tocou uma música especifica, me senti tão leve e tão fresca, rs, que nem mesmo o sol me aquecia mais.

Felizmente não estou só em minhas perguntas:

Por que que o sol nasceu de novo e não amanheceu?
Por que que tanta honestidade no espaço se perdeu?
Por que que o Cristo não desceu lá do céu e o veneno só tem gosto de mel?
Por que que a água não matou a sede de quem bebeu?
Por que que eu passo a vida inteira com medo de morrer?
Por que que os sonhos foram feitos pra gente não viver?
Por que que a sala fica sempre arrumada se ela passa o dia inteiro fechada?
Por que que eu tenho a caneta e não consigo escrever? (Escrever)
Por que que existem as canções que ninguém quer cantar?
Por que que sempre a solidão vem junto com o luar?
Por que que aquele que você quer também já tem sempre ao teu lado outro alguém?
Por que que eu gasto tempo sempre sempre a perguntar? (A perguntar)

Raul Seixas

Pois é, agora e neste momento estou feliz, fora de mim!

Márcia Alcântara
Primavera de tempo indeciso de 2009