21 de out de 2008

Não Sei!

Não consigo de nada saber
Procuro mas nada encontro.
Existe algo que me bloqueia
O que é?
Não sei.

O calor eu sinto
Vejo a água da chuva
Sendo levada adiante pelo vento
Molhando assim toda a terra.
Como acontece?
Não sei.

Ando perdida
Olho a luz do Sol
E não me encontro
Nada encontro.
Olho a água que corre
No rio
Fixo meu olhar, me vejo,
Mas não me encontro.
Sinto o vento que bate em
Meu rosto, por vezes gélido
Por outras picante
Nada encontro
Sei que a terra me sustenta
Sinto a sólida, sinto os
Pés no chão.
Mas me sinto ainda tremula.
Porque?!
Não sei.

Ando só
Nada me acrescenta mais
Nada me deixa em êxtase
Nada me convence.
Vejo uma nevoa,
Algo esta escuro
na minha frente.
Porque?
Não sei

Procuro
Por algo?
O que?
Não sei.

Marcinha Luna
Manhã de primavera 2008